Grupo
05_17729798654e8b106f07854.jpg
06_17649310914e8b109835ec9.jpg
07_18339923957b5dd673b728.jpg
02_16067418245058b03cb07ae.jpg
04_5973322895058b04c13be6.jpg
09_3346800545058b05eafe48.jpg
11_14707682535058b06a013ff.jpg
12_157070824857b5ddafe27b2.jpg
13_14987539505058b08b2109b.jpg
14_10699926075061d2d883905.jpg
header1_3164082354c0c858061bd.jpg
header2_61566470154c0c86846030.jpg
03_681185263582363c215063.jpg
02_2085006950582363baf390b.jpg
01_1561509101582363a70b41b.jpg
28/04/2014
Martifer Solar e Adenium Energy com PPA para parque fotovoltaico na Jordânia

Foi atribuído à Martifer Solar e à Adenium Energy Capital, uma empresa de investimento e desenvolvimento sediada no Dubai, um Acordo de Compra de Energia (PPA – Power Purchase Agreement) para um parque fotovoltaico de 10 MW em Ma’na, uma cidade localizada no sul da Jordânia.

As empresas efetuaram um PPA a 20 anos com a utility nacional da Jordânia, NEPCO (National Electric Power Company), com uma tarifa de USD $0,169, que irá produzir eletricidade limpa, com poupanças significativas quando comparada com os atuais custos de produção de energia com base em combustíveis fosseis.

A Martifer Solar foi selecionada como developer principal do projeto de 10 MW, tal como aprovado pelo Governo da Jordânia. Além disso, a empresa estará encarregue dos serviços de EPC (Engineering, Procurement and Construction) para estes primeiros 10 MW. Após a ligação à rede, a Martifer Solar terá também a seu cargo os serviços de Operação e Manutenção (O&M).

O projeto está a ser desenvolvido com a Adenium Energy Capital, uma empresa de investimento especializada no financiamento e desenvolvimento de projetos de energias limpas, com uma forte experiência no financiamento e investimentos neste tipo de ativos. A Adenium irá financiar o projeto com um valor total de cerca de USD $26 milhões. Este investimento representa o terceiro veículo de investimento em infraestruturas solares nos últimos dois anos, complementando o seu atual portefólio de 65 MW no Japão e 60 MW em Itália.

"O sucesso na atribuição deste PPA para um novo parque de 10 MW na Jordânia confirma a nossa capacidade como player totalmente integrado capaz de adaptar o seu modelo de negócio 360º a mercados novos e emergentes. O facto de o Governo da Jordânia ter aprovado a Martifer Solar como developer principal neste projeto é o melhor testemunho das nossas competências no desenvolvimento de projetos em mercados alto potencial, como também aconteceu recentemente no Reino Unido”, referiu Henrique Rodrigues, CEO da Martifer Solar. "Esperamos novas conquistas ao longo de 2014, continuando na vanguarda do sector como líder no mercado solar mundial.”

O parque fotovoltaico de 10 MW será construído numa área de aproximadamente 260 000 m2, utilizando módulos instalados em seguidores solares a um eixo e é esperado que produza aproximadamente 25 GWh por ano. Com esta capacidade produtiva, o parque irá evitar a emissão de 14 138 toneladas de monóxido de carbono anualmente, produzindo energia suficiente para abastecer mais de 27 000 habitantes por ano na Jordânia. Além dos significativos benefícios ambientais que o projeto trará para a Jordânia e na área de Ma’na, este irá também estimular o crescimento económico, com a criação de mais de 100 postos de trabalho na comunidade local.

"Este projeto é um desenvolvimento pioneiro em energia solar na Jordânia e na região. O nosso projeto solar irá gerar potência a partir de uma fonte de energia renovável, aumentando a independência energética da Jordânia. Além disso, representará grandes poupanças para o governo do país e estamos orgulhosos de fazer parte da solução com a Martifer Solar. Para a Adenium, esta é uma importante conquista para a nossa região, fazendo do nosso investimento um dos poucos investimentos privados em energia renovável no Médio Oriente”, afirmou Wassef Sawaf, CEO da Adenium.

Jeremy Crane, COO da Adenium, acrescentou: "A execução do PPA é um empolgante marco para a Adenium, depois de três anos de trabalho. Durante os próximos meses, a nossa equipa irá estruturar o financiamento, finalizar os contratos de construção e, no fundo, contribuir para a construção de um novo setor económico na Jordânia.”

"Estamos satisfeitos de trabalhar em conjunto com a Adenium Energy Capital e nos ter sido atribuído um dos 12 acordos assinados na primeira fase de projetos do Ministério da Energia e Recursos Minerais na Jordânia. Este sucesso constitui mais um passo em frente da Martifer Solar enquanto líder à escala global no desenvolvimento de projetos e contribui significativamente para o desenvolvimento económico futuro da Jordânia. Vamos continuar a procurar novas oportunidades neste mercado emergente e na região do Médio Oriente”, referiu Eduardo Pereira, responsável da Martifer Solar pelo Desenvolvimento de negócio no Médio Oriente.

De acordo com uma declaração dada ao Jordan Times pelo Ministro da Energia, Dr. Mohammad Hamed, os projetos atribuídos nesta primeira fase do Plano de Energias Renováveis irão ajudar, de forma muito significativa, o país a cortar nos seus crescentes custos energéticos, um dos principais desafios enfrentados pelo país neste momento.

O Plano Nacional de Energias Renováveis procura até 600 MW de projetos solares para serem ligados à rede na Jordânia até 2020. De forma a atingir este objetivo, o governo da Jordânia estabeleceu como target gerar 10 % da eletricidade do país a partir de fontes renováveis até 2020.